Embrapa doa minibibliotecas para Sebrae disseminar tecnologia e informação no MA

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 Marcadores:
Se depender da Embrapa Cocais e do Sebrae o produtor rural maranhense vai receber um conhecimento técnico de maior qualidade para aumentar a produção da atividade agrícola no Estado, com ênfase maior na agricultura familiar. A Embrapa acaba de doar dez Minibiliotecas Rurais para cada uma das Unidades de Negócios do Sebrae já instaladas no Estado – São Luís, Pinheiro, Santa Inês, Bacabal, Barreirinhas, Chapadinha, Caxias, Açailândia, Imperatriz e Balsas.

O Projeto Minibibliotecas compreende a elaboração e distribuição de produtos de informação em diferentes mídias, contendo informações tecnológicas geradas pela Embrapa e seus parceiros e orientações para a produção agropecuária e de alimentos de qualidade, respeitando o meio ambiente e a realidade das comunidades rurais nas diversas regiões brasileiras.

Cada minibiblioteca é composta por 120 títulos de publicações impressas, 40 títulos de programas de rádio ‘Prosa Rural’ e 37 títulos de vídeos do programa ‘Dia de Campo na TV’ e da videoteca rural editados pela Embrapa Informação Tecnológica. Entre os conteúdos abordados no acervo destacam-se temas como preservação e educação ambiental, cidadania, cooperativismo, cultivo de hortas e quintais, criação de pequenos e grandes animais, produção de alimentos de qualidade, manejo do solo e da água, ou como iniciar uma pequena agroindústria de alimentos, entre outros.

As duas instituições querem fortalecer a parceria existente, que acontece em diversos projetos e ações voltadas ao Agronegócios no Maranhão, fazendo a disseminação de informação e conhecimento técnico e a transferência de tecnologia. A entrega da primeira minibiblioteca aconteceu na tarde da última quinta-feira, 2, na Galeria de Artes Celso Antônio, do Sebrae Jaracty, e contou com a participação da diretoria executiva do Sebrae Maranhão e equipe técnica da Embrapa Cocais, representada pelo chefe geral Valdemício de Sousa.

“A idéia é que esse conhecimento seja disseminado para todos os produtores atendidos por um de nossos projetos do agronegócio e que nossos técnicos e consultores possam ser multiplicadores dessas tecnologias colocadas à disposição pela Embrapa”, destacou o diretor técnico do Sebrae-MA, José Morais, informando que serão realizados seminários nas UN´s com a participação da Embrapa, para informar aos produtores como funciona a o Projeto Minibiblioteca, que tipo de tecnologias podem encontrar nos livros e como podem implantá-las. “Paralelamente, iremos capacitar os nossos técnicos e consultores do agronegócios para que sejam esses multiplicadores, junto aos técnicos da Embrapa Cocais”, complementou o diretor.

O chefe geral da Embrapa Cocais, Valdemício de Sousa, destacou a capilaridade do Sebrae como grande vantagem para que a transferência de tecnologia atinja um maior número de municípios maranhenses. “Um dos gargalos do setor agrícola no Maranhão é a deficiência de assistência técnica. As minibibliotecas não são a solução para o problema, mas vão ajudar bastante na disseminação do conhecimento que, certamente, terá resultados efetivos no desenvolvimento regional. É com muita satisfação que fortalecemos nossa parceria com o Sebrae nessa estratégia de atuação conjunta de levar informação e apoio técnico ao homem do campo”.

A superintendente do Sebrae-MA, Simone Macieira, bibliotecária por formação, ressaltou a importância de um acervo técnico como o da Embrapa estar disponível ao pequeno produtor maranhense. “Muitas vezes não nos damos conta de que os pequenos empreendedores ou microempreendedores individuais, assim como o homem do campo, não têm acesso ao cabedal de informações do mundo virtual. Eles estão, muitas vezes, à margem dessa democratização da informação. O Projeto Minibibliotecas vem ao encontro dessas pessoas, dando a elas oportunidade de conhecimento ímpar, com as diversas mídias ofertadas”.

Ações compartilhadas

A doação das minibibliotecas da Embrapa ao Sebrae é um dos resultados da nova estratégia de atuação das duas instituições, que, a partir deste ano, estudam trabalhos conjuntos em territórios maranhenses, através da convergência de projetos programados até 2015, previstas em seus respectivos PPA’s (Planos Plurianuais). A atuação em parceria foi proposta a partir da realização dos Encontros de Inclusão Produtiva, realizados no mês passado, no auditório do Sebrae – que também contou com a participação das secretarias de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (Sedagro), e Ciência e Tecnologia (Sectec), Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco, Parnaíba, Itapecuru e Mearim). No evento, os órgãos e instituições apresentaram seus projetos voltados para o desenvolvimento do setor produtivo do Estado, e identificaram objetivos convergentes para atuação em parceria.





0 comentários:

 
Bastidores3 © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot